Vida por Vidas

O Projeto

A partir de uma iniciativa voluntária promovida pelos Jovens Adventistas, em 2005, nasceu o Projeto com a proposta de contribuir com os hemocentros através do incentivo à doação de sangue durante o período da Páscoa.

Este teria sido apenas mais um movimento de compromisso social, no entanto o Projeto atraiu a atenção da mídia em diversas regiões por onde ocorreram as doações, inclusive pelo fato de os bancos de sangue terem atingido seus limites de estoque.

Tudo isso contribuiu para que o Projeto fosse conhecido e reconhecido, através da capacidade de mobilização. Desde então, o Projeto acontece anualmente.

Motivo

A doença é uma triste realidade com a qual convivemos diariamente. Ela está próxima a nós, e em alguns casos somos as vítimas. Esse fato infelizmente faz parte de nossas vidas, não fazendo diferença entre adultos, jovens ou crianças, todos convivem com uma necessidade básica: Esperança.

Por vezes vemos os meios de comunicação convocando doadores em virtude das necessidades dos bancos de sangue. Ao nos depararmos com esta realidade, nos identificamos, e descobrimos que o mínimo que podemos fazer é demonstrar solidariedade.

Todas as pessoas estão suscetíveis a precisarem de alguma transfusão de sangue, seja por doença, acidente, cirurgia ou outro motivo. Como não existe sangue sintético com custo acessível, quem precisa de transfusão tem que contar com a boa vontade de doadores, uma vez que nada substitui o sangue verdadeiro retirado das veias de outro ser humano.

Somos sabedores da importância do ato de doar sangue, e como o sangue doado não faz a menor falta para o doador, pois a reposição é feita em pouco tempo pelo próprio organismo, então nada justifica que as pessoas deixem de doá-lo.

No entanto, muitas vezes, a primeira doação está relacionada com a necessidade de um parente, de um amigo ou com uma convocação pela mídia. E só no Brasil, diariamente são necessárias 5.500 bolsas de sangue.

Missão

Como cristãos estamos sempre dispostos a beneficiar o próximo, pois os valores como solidariedade, esperança e fé, fazem parte do potencial humano, e através do exemplo de Cristo, que se preocupava com cada pessoa, conhecia suas necessidades e sempre procurava minorar suas dores, que encontramos o caminho para nos envolvermos, a fim de que as pessoas que sofrem possam ter uma vida melhor.

– Ele deu tudo para você doar um pouco.

Objetivo

Conscientizar os cidadãos para o hábito de doar, suprindo assim a demanda dos estoques de sangue nos hospitais e hemocentros. Atingir e envolver a mobilização e a participação de voluntários para a doação de sangue e hemoderivados, em hospitais e hemocentros de oito países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.